Singularity – Capítulo 12

 

Meu Inimigo

No sábado fiquei caçando o dia inteiro, alimentando-me o quanto podia para a luta. Os outros estavam fazendo o mesmo. A perda de Michael e Brittany enfureceu-nos e nos deixaram triste, e todos os clãs estavam ansiosos pela a luta. Michael tinha sido parte de Nova York desde 1772, e a cidade nunca mais seria a mesma para muitos vampiros que residem em Nova York. A Guerra dos clãs agora tinha um espírito de vingança.

Quando voltei, novamente havia um recado à minha espera.

Nós precisamos planejar, e eu preciso da sua ajuda. Sua visão é absolutamente essencial para essa luta. Venha assim que puder. Paul.

Eu nem se quer verifiquei as irmãs antes de sair.

“Como vencemos um vidente?” A pergunta de Paul foi o seu único cumprimento. Ele tinha perdido o seu irmão, e eu podia sentir o desejo de sangue proveniente de cada parte de seu corpo. Ele ficou perto de mim, todo tenso e tremendo.

“Honestamente, eu não tenho certeza”, eu disse, mas acrescentei rapidamente, “Tem algo a ver com o quão certa é a decisão”. Quando eu sinto o mercado, os únicos pressentimentos bons que eu recebo são das reuniões que temos. Eu até posso ter alguns palpites, mas é preciso ter uma decisão especifica para afirmar as coisas. “

“Interessante, um ataque totalmente de surpresa. Tanto assim que não podemos nem saber quando. Como exatamente você propõe que façamos isso?” Ele cuspiu em frustração.

“Eu acho – e talvez isso nem funcione – mas creio que eu talvez possa ter uma idéia quando o vidente estiver caçando. Com ele fora, a gente pode pegar os outros facilmente, e então apenas esperamos por sua volta. ”

“Isso seria perfeito, ” Paul sorriu para mim. “Você sabe, essa é a pior ameaça que já enfrentamos em varias décadas, mas com você ao nosso lado eu sinto alguma coisa boa sobre essa batalha. Você  é uma pequena vampira maravilhosa, sabia disso?” Ele colocou sua mão sob o meu queixo e sorriu para mim. Seus dons nos fazem querer agradá-lo, mas seu talento parecia irresistivelmente importante para mim agora que a guerra estava se aproximando. O seu prazer óbvio comigo facilitava um pouco minha dor, mas o meu desejo por sangue ainda permanecia em todos os meus pensamentos. Aqueles que haviam matado os meus amigos iriam morrer.

Ficamos juntos no hotel Plaza. O quarto andar estava todo lotado de vampiros, e os funcionários do hotel estavam quase loucos de medo, mas isso não incomodou nenhum de nós.  Nós passamos tempo em nossas perseguições, e eles esperaram por mim para anunciar o momento certo. Na maior parte do tempo fiquei em meu quarto, e tentei ver a que horas o vidente iria sair para caçar. Eu o vi uma ou duas vezes, ele parecia muito novo, mas as visões eram irritantemente difíceis. Talvez porque ele estava tentando nos ver, como eu também estava tentando o ver. Após o primeiro dia, a minha cabeça latejava pelo esforço.

“Alice você precisa de um descanso” Annette falou depois de dois dias de isolamento. “Você não queria que eu te ensinasse a dançar? Bomm agora é a hora”, e com isso, fui arrancada do meu assento e arrastada para o salão de dança.

Mesmo com a Guerra se aproximando, fiquei bastante animada por estar com a Annette e também por finalmente aprender a dançar. Eu era boa de briga, então dança deveria ser uma moleza.

Mas não foi tão bem quanto eu pensei que iria.

“Você é tão pequena que quando você faz isso você parece um camundongo.” Annette riu de mim enquanto eu tentava saltar como ela.

“Eu esperava por uma Gazela ou por um Cisne. ”

“Não, definitivamente era um camundongo. Desculpe não se desanime, você tem uma boa dose de talento. Você já estudou Balé?”

“Eu não faço a mínima idéia. Eu poderia até ter sido uma bruxa por tudo que eu sei, ” Eu fiz uma careta. A minha memória era meio fraca.

“Eu acho que não. Você teria sido engolida pelo chapéu, e você nunca iria ter coragem de se vestir toda de preto”. Brincou Annette.

Nós continuamos a nos esticar, dar piruetas, e chutar, enquanto Annette tentava forçar o meu corpo perfeitamente feito de pedra em movimentos que eu nunca tinha feito.

“Estou feliz que você seja paciente” Eu comentei, antes de mais uma tentativa de gazela – Eu tinha passado de camundongo para sapo, mas não mais que isso.

“Nesta fase, você é melhor que Marianne foi Por que não tentamos umas danças modernas que não requerem tanto treino?” Ela sugeriu para o meu imenso alívio. Dançamos vários tipos de danças complicadas de todo o mundo.

“Isso é divertido” Eu alegremente ri quando ela me mostrou o Charleston. “Eu mal posso esperar pelo  próximo baile. ” Eu era muito boa em dançar as danças mais modernas, eu até seria capaz de puxar o tapete dos melhores dançarinos.

“Agora, tudo do que nós precisamos é de um homem para te acompanhar. ” Disse Annette.

“Ah, não, você também não,” eu reclamei. Eu tenho dono, estou bem comprometida.

“Não é bom para você ser tão sozinha. Você não precisa de um namorado de verdade para se divertir, só uma pessoa do sexo masculino. Qualquer pessoa daria… Bom, acho que seria melhor você encontrar um vampiro para dançar. Humanos quebram facilmente, ” ela disse. “Então, acho que você deveria vir conosco para a Europa. Paul e Gregório precisarão visitar os Volturi nos próximos anos, e você também deveria vir. Você amaria a Europa e tudo o que ela tem para oferecer. Você poderia conhecer outros da nossa espécie, e dar uma boa olhada em como os vampiros civilizados vivem. Além disso, você só conheceu homens aqui, e há um mundo cheio de possíveis amantes. Você tem sido muito não-sociável, sabe? ” ela me repreendeu.

“Eu realmente não quero conhecer os Volturi, e eu acho que não quero sair dos Estados Unidos, não agora. ”

Não até eu ser uma pessoa completa. Não até eu estar com o Jasper.

“Bem, pense nisso. Você seria muito popular na Europa, Alice. Você não faz idéia da quão uma rara alegria você realmente é. Eu não consigo pensar em nenhum homem disponível que não amaria conhecê-la”, disse ela com um sorriso.

“Obrigada”, eu gaguejei, sem saber se eu deveria estar contente com o elogio.

Eu decidi que era hora de desviar a conversa. Havia algo que eu queria tentar fazer, então comentei com a Annette.

“Você acha que poderíamos ter uma dança de vitória depois de tudo isso?” Eu perguntei. “Eu realmente amei o baile que tivemos em Abril, e agora eu acho que nós precisaremos de uma forma de celebrar a nossa vitória. Eu sei que eu realmente preciso de uma distração. ”

“Sim, acho que iiso seria perfeito, mas me deixa ajudar. Você não pode roubar toda a diversão, sabia? ” Normalmente ela estava encarregada da vida social dos vampiros em Nova York.

“Se você não se importa, eu adoraria tentar fazer isso sozinha, para ver o que posso fazer. Gostaria muito de receber sua opinião, mas deixe isso ser meu presente para vocês.” Insisti, tentando convencê-la. Ela permaneceu desconvencida.

“É mais difícil do que você pensa, arrumando preparativos com os humanos e tudo mais, Você precisará de ajuda, mas se você quiser tentar sozinha, eu acho que você deveria” Pelo seu tom, eu podia falar que ela pensou que eu estava mordendo mais do que eu poderia mastigar.

“Você fica com o baile de Natal, e eu fico com esse. Por Favor, Annette, eu só quero dar algo de volta a todos. ”

Ela me olhou com cuidado, obviamente, está era a sua área de especialização, e compartilhar não estava em seus planos, mas finalmente, ela deu de ombros.

“Eu acho que isso não é realmente uma competição, ou é?” ela disse.

Quer apostar?

Depois de duas noites, veio a visão. Um pequeno vampiro estava acompanhado por três outros vampiros enquanto eles andavam pela a noite. Eu reconheci a silhueta, aquela que a minha mente tinha identificado como o vidente. Eu deveria ter entrando em pânico, estar alerta, até mesmo rosnar, mas ao invés disso uma calma estranha tomou conta de mim. O caminho estava definido, agora tudo o que tínhamos a fazer era acabar com isso.

Eu corri pelo corredor calmamente dizendo as palavras mais finais que eu já tinha dito antes, “Pessoal, está na hora. ”

Nós corremos em silêncio absoluto.

Paul, Gregorio e Chi-Yang tinham planejado esse ataque em detalhes, e todos sabiam suas partes. O grupo pequeno que protegia o vidente estava apenas saindo conforme cercávamos a antiga fábrica.

Eu podia ver Paul da minha posição no telhado quando ele olhou para mim para dar o sinal. Pensei na  luta, e a minha visão mostrou que pelo menos os rostos dos vampiros que iríamos atacar pareciam surpresos. Será que tivemos sucesso em enganar o Vidente? Eu só podia esperar que as minhas visões imperfeitas e mente jovem não tinha nos levado à nossa morte.

Concordei com Paul, e silenciosamente nos movemos para dentro do prédio. Minhas visões me levaram a acreditar que as áreas superiores e passarelas do prédio abrigariam apenas três vampiros, e isso era verdade. Eles vigiavam os três lados do prédio que era de frente para o cais, e os três melhores lutadores, George, Gregorio e Paul, pegaram os guardas com ajuda de suas companheiras. Chi-Yang e Mai-Li pegaram o quarto guarda que estava no cais. Eu e os onzes restantes passamos correndo pelos guardas de combate e pulamos diretamente para a principal área de fundição.

Quando os meus pés bateram no chão, a minha boca encheu de veneno, e minha visão ficou avermelhada. Corri para o primeiro alvo que vi, uma mulher alguns centímetros mais alta do que eu. Ela era uma lutadora brilhante, mas eu era mais rápida, e com a minha visão fui capaz de bloquear seus ataques. Nos movemos como cobras, atacando toda vez que víamos uma oportunidade. Eu poderia tê-la atacado quando um dos seus movimentos deixou-a sem equilíbrio, se nenhuma das minhas visões tivesse me atrapalhado.

O Vidente estava voltando com os outros três. A visão acabou quando ela me agarrou, girou-me e colocou seus braços em volta do meu pescoço. Eu agarrei seu braço com as minhas duas mãos e tentei arrancá-los para longe de mim, mas eu não podia mover seus braços. Eu podia sentir meu pescoço dolorosamente esticado quando ela tentou arrancar a minha cabeça, e de repente, seu aperto me puxou para trás e liberou meu pescoço. Girei-me para ver Gregorio puxar a cabeça dela pelos cabelos e dobrar seu tronco ao contrario.  Ele se inclinou e parecia estar beijando o estomago dela até ela ser dividida ao meio. Ele começou a rir enquanto a desmembrava. Marianne já estava construindo uma fogueira e jogando as partes do corpo de outros vampiros dentro dela, então Gregório  jogou-me uma perna e uma parte de um braço para queimar.

“O Vidente está voltando,” Eu gritei para ele. Enquanto eu estava lutando não havia percebido quão horrivelmente barulhenta a batalha era. Rosnados, rugidos, gritos, berros, e barulhos de morte preencheram o prédio, e estavam acompanhados por som de pedra rachando, vidro quebrando, e madeira lascando.

“Esse prédio não vai durar muito, ” Eu gritei para qualquer um que pudesse ouvir.

“Você não é muito perspicaz se só descobriu isso agora” gritou Ivan, enquanto corria para um canto para enfrentar outros dois. Eu o segui, e logo estávamos brincando de gato e rato com os dois intrusos em uma estranha dança da morte.

Os dois vampiros tentaram passar por nós para uma saída, mas já o tínhamos encurralados. Eles então tentaram simular um ataque para nos levar a dar um bote neles, mas ficamos a apenas dois braços de distância um do outro para bloquear qualquer saída. O mais próximo de mim empurrou-me para a esquerda e veio um pouco perto demais de Ivan, e o enorme russo simplesmente esticou o braço e empurrou-o com força suficiente para despedaçar uma pedra.

“Aproveite!” Cantou Ivan enquanto o vampiro de cabelos escuros aterrissou em meus pés. Eu já estava. Eu pulei em sua cabeça assim que ela bateu no chão, mordi profundamente, e simplesmente a torci em 180 graus e arranquei. Desmembrar o resto levou apenas alguns segundos, e eu estava desapontada ao ver que Ivan já estava fazendo o mesmo com seu adversário. Eu realmente queria retribuir o favor.

A fumaça grossa e doce tomou conta do edifico cavernoso. Ivan e eu jogamos nossos pedaços sobre o fogo ardente para ver que vários outros estavam fazendo o mesmo. De cima, Paul chamou “Números!” E cada um de nós recitou quantos tínhamos jogado no fogo. Eu fiquei muito irritada quando Mai-Li orgulhosamente falou “Quatro. ”

“Então são onze, ” disse Paul, “Continue procurando os outros três. Você não Alice! Eu preciso saber onde o vidente e seus guarda-costas estão. ” Com isso, ele pulou ao meu lado e começou a me levar por uma porta. Atrás de nós, um par de vozes gritou em vitória, e o som de pedra quebrando e um grito estridente me disseram que faltava apenas dois invasores.

“Onde e quando?” Paul exigiu.

“Eu não sei, ” Admiti após um breve momento. “Acho que eles ainda estão pela água, mais eu não consigo ter um bom palpite sobre onde eles estão exatamente. Acho que eles decidiram não voltar. ”

“Você tem certeza?”

“Acho que o vidente descobriu que nós atacamos, e eles não decidiram o que fazer em seguida. ” Era um pouco mais de um palpite, eu podia vê-los pela água a poucos metros das cabanas das docas.

Houve outro grito nítido e som de pedra caindo. Nós dois viramos para ver outro corpo sendo atirado ao fogo, agora fora de controle.

“Precisamos sair, ” gritou Gregorio sobre as chamas barulhentas. Ele virou-se e gritou em tom alto, “Fora! Todos para fora! AGORA!”

De cada abertura possível, os formatos dos meus companheiros surgiram do prédio. Dezoito! Até na fumaça, eu podia claramente contar os vintes de nós. O alívio foi delicioso.

“Ainda temos um faltando” disse Annette claramente aliviada, “mas todos os outros estão queimando, eles podem apodrecer no inferno”.

“Ainda tem quarto nas docas” Paul afirmou, “Precisamos nos dividir para encontrar o último e cuidar dos outros quatros. ”

“Meu e clã e o da Gerta podem encontrar o sumido.” Paolo ofereceu.

“Leve George e Antonieta também” Paul ordenou, “uma vez que você sentir o cheiro dele os mandem de volta para nós. Estaremos perto das cabanas. ” Com isso, a nossa comunidade novamente foi silenciosamente para a caça.

Decidimos cercar o grupo com o vidente de todos os ângulos de modo que eles não podiam escapar. O clã de Ivan foi para a água para bloquear aquele caminho, e o resto de nós fomos para cima do grupo de qualquer maneira que podíamos. Não haveria nenhuma vantagem de surpresa aqui, realizei com um calafrio. Corremos e pulamos tão rapidamente quanto podíamos para nos dar a vantagem de um ataque rápido, mas eles já estavam em posições defensivas quando estávamos a um quarto de milha de distância.

“Eles estão indo para o rio, ” eu gritei assim que a visão atingiu. Depois de um momento, eles correram para a água. Chi-Yang tinha pegado o caminho da água antes, e ele pegou o vampiro líder em um bloqueio ensurdecedor, e ambos se esparramaram. O segundo alcançou a água e desapareceu apenas para ser arremessado para fora das ondas por Vasily. Uma explosão de rosnados irrompeu de todos os lugares ao mesmo tempo, e um pequeno grupo de assassinos invasores se agachou para sua defesa.

A dança da morte começou novamente conforme todos nós circulamos e saltamos em direção a nossa presa. Era de maneira injusta em números, mas eu não podia sentir mal por eles. Eles tinham matado de forma imprudente e quase mergulhou toda a cidade em uma guerra de máfia. Eles tinham matado os meus amigos em sua própria casa. Essa era minha a cidade, os meus amigos, a minha casa, e eu iria defendê-los. Eu deixei meus instintos de predador assumir conforme fui atrás do jovem vidente.

Ele estava estranhamente imóvel no centro do nosso círculo. Ele provavelmente não tinha mais do que doze ou treze anos quando ele tinha sido transformado, mas eu não tinha a menor idéia de sua verdadeira idade. Teria me incomodado matar ele se não tivesse visto outras duas crianças morrer lado a lado em suas casas. Não havia piedade restante dentro de mim para ele.

“Você não pode ver o qeu vem a seguir?” provoquei-o.  Ele brevemente olhou para mim com puro ódio em seus olhos.

“Eu posso ver o que preciso” ele respondeu em um sussurro quase inaudível, e então virou seus calcanhares, empurrando um dos seus guarda-costas para Lena, pulando sobre eles, e correndo para a beira da água. Vasily, Chi-Yang Mai-Li e eu o seguimos, enquanto os uivos atrás de mim me disseram que a luta com os outros havia começado.

Nós o seguimos dentro da água, e começamos a perseguir sua trilha da melhor maneira possível.  Ele era um nadador excepcional e muito rápido. Percebi que isso não era uma corrida que poderíamos ganhar com a velocidade, então parei de nadar e deixei minha mente me levar.

Os outros pararam atrás de mim com olhares curiosos em seus rostos.  Tentei ver onde o jovem vampiro iria, e o mau cheiro do Rio Hudson tomou conta de mim. É isso! Não totalmente certo ainda, mas claramente o vi nadando entre as árvores. Ele tentaria nos despistar na imundice do rio Hudson, e então sair em algum lugar no bosque.

“Ele está indo para o rio, podemos pegá-lo quando ele tentar sair dele” Falei para os outros que ainda estavam atrás de mim. Todos nós deixamos a baía, e fomos pelos telhados para chegar à beira do rio primeiro que ele. Parecia que levou uma eternidade para correr entre os prédios e fábricas que marcavam a área, mas finalmente estávamos correndo entre árvores finas e casas esparsas em direção da floresta. Eu podia ver em minha mente que ele realmente sairia nas árvores, mas a visão não era muito clara. Ele não tinha certeza do que ele estava procurando tampouco. De repente, tornou-se muito mais clara, como se uma neblina tinha levantado. Ponte, havia uma ponte que ele conhecia, e ele sairia ao amanhecer, daqui a uma meia hora. Corri novamente tentando encontrar a ponte certa antes que ele pudesse alcançá-la, e tentando ficar longe o suficiente do próprio rio, assim ele não poderia sentir o meu cheiro. Eu sabia que isso só funcionaria se ele não pudesse ver-nos aqui, se ele não tivesse prestando atenção, e se a sua visão do futuro era ligeiramente mais fraca que a minha.

Desacelerei e comecei a buscar a floresta como se estivesse atrás de um cheiro, os outros seguiram o meu comando. Enquanto ele não sabia o que estava fazendo, nós tínhamos uma chance de surpreender-lo. Lentamente nós avançamos para a ponte que agora eu podia ver entre as grossas árvores.  Assinalei para atravessar o rio, e Chi-Yang e Mai-Li instantaneamente pularam para o outro lado e continuaram sua varredura. Quando estávamos a apenas dez metros de distância, uma pessoa pulou para fora da água do outro lado e se dirigiu para a ponte.

Mai-Li e Chi-Yang estavam sobre ele dentro de um segundo, mas ele tinha os visto chegando. Ele girou para Mai-Li, desviou-se do seu empurrão, agarrou-a por trás, e arrancou sua cabeça. Minha mente estava muito absorvida na perseguição e luta para registrar a maior parte do choque.

Não há incêndio, não há fogo. Ela tem uma chance.

Eu estava do outro lado da ponte antes que a cabeça dela tinha rolado mais de dois pés.  Rosnados e ruges agora enchia o ar do amanhecer. Chi-Yang estava dividido entre ajudar sua companheira e vingar seu ferimento, mas por agora, ele focou-se no vidente e bloqueou o caminho de fuga. Vasily estava ao meu lado, e percebi que eles estavam me deixando conduzir esse ataque.

Não importa o caminho que o jovem vidente atacasse, estava pronta para bloquear ou esquivar, mas ele estava fazendo o mesmo para todos os meus esforços. Se as lutas antes eram uma dança da morte, esta era uma valsa, complexa e coreografada. Ele tinha mais experiência do que eu, mas eu podia sentir que as minhas visões eram mais fortes e mais exatas. Independentemente disso, nenhum de nós poderia ter mais que uns ataques pequenos um no outro.

“Você sabe que eu poderia fazer você rica” ele começou a ronronar para mim. “Você tem um talento inigualável, e você poderia ser a governadora de sua própria cidade. ”

“Se humanos importassem para mim, poderia ser tentador, mas não preciso deles para sobreviver,” Reagi, não tão suave. Seu rosto mostrou o choque da minha declaração. Aqui estava a verdade que eu não tinha percebido, a necessidade deles por sangue humano, deixaram os outros mais vulneráveis e mais fracos do que eu. Interessante.

“Nós poderíamos ser imbatíveis como um time, ” continuou ele.

“Já sou imbatível.”

“Você tem tudo o que você quer?” o ronronar virou desespero.

“Sim, ” Menti.

“Ahh eu poderia ajudá-la a encontrá-lo, ” ele disse com suave confidência. Ele havia encontrado a brecha em minha armadura. Isso me parou por um momento conforme a idéia de encontrar Jasper invadiu a minha mente como o quebrar de uma onda. Eu sabia que era verdade. Ele era forte o suficiente.

Naquele meio segundo, ele deu o bote em mim. Eu estava praticamente atrasada. Ele pousou em me peito e envolveu seus braços e pernas em volta de mim para que eu não pudesse tirar as minhas mãos para detê-lo. Ele mordeu profundamente o meu pescoço.

Gritei em agonia quando seu veneno entrou na ferida. Meu pescoço, ombro, e cabeça estavam pegando fogo. Minhas mãos, já ao meu lado, agarraram seu rosto de perto, e meus dedos procuraram seus olhos. Coloquei meus dedos na profundidade de suas órbitas, e isso forçou sua cabeça ir para trás um pouco. Eu trouxe as minhas pernas para cima, e caímos no chão comigo sob ele. Eu era adequadamente pequena o suficiente para sair de seu abraço e caber debaixo dele, e com isso eu agora estava em cima do corpo dele. Me estendi apenas o suficiente para afundar meus dentes em seu pescoço. Eu não tentei livrá-lo de sua cabeça, mas rasguei um pedaço de sua garganta e a cuspi fora.

Seus olhos selvagens viraram para mim enquanto ele se preparava para morde-me novamente, mas mãos fortes puxaram sua cabeça para trás. O pescoço quebrou aonde eu tinha rasgado, e a cabeça do jovem virou para trás e foi arrancada de seu corpo.  Vasily estava em cima de mim sorrindo com a vitória enquanto jogava a cabeça para o lado e agarrava uma perna se contorcendo. Aproximei-me e comecei a rasgar seus braços.  Eu podia ouvir Chi-Yang expressando o que soou como palavrões em chinês enquanto ele também rasgava e reunia partes do corpo para levar para um fogo pequeno que tinha começado na base da ponte.

Havia acabado minha primeira guerra estava terminada. Passei minha mão ao longo do meu pescoço, onde se encontra com o ombro, a profunda mordida estava rapidamente se curando, mas ela queimava terrivelmente. Continuei sentindo o meu ombro, esperando minha pele ficar quente ou até mesmo soltando chamas pela mordida, mas tudo que senti foi pedra gelada sob meus dedos. Eu estava realmente feliz por minha falta de memória se isso fosse até um pouco parecido com o que nós sentimos durante a nossa transformação. Não é de se surpreender que os outros pensaram que eu tive sorte.

Fui olhar o corpo da Mai-Li e encontrei-a encostada a uma árvore segurando sua cabeça e seu pescoço no lugar. Seu rosto bonito estava contorcido de dor, e seus olhos estavam selvagens de agonia quando ela me olhou.

“Ela estará melhor daqui a pouco” Vasily confortou-me conforme ficava ao meu lado, “Chi-Yang foi pegar um humano, com isso ela pode se curar. ”

“Por que um humano?”, mas eu já sabia a resposta.

“Quando estamos machucados, o sangue deles ajuda a acelerar a recuperação. Você quer um para o seu pescoço? A mordida foi profunda.”

“Não, Obrigada”, rapidamente respondi. Ninguém mais deveria morrer. Tínhamos matado dezoito pessoas hoje, bem, espécie de pessoas. Não sabíamos seus nomes ou suas histórias de vida, tivemos que simplesmente matar e queimá-los antes que eles pudessem fazer o mesmo com a gente, agora eles não eram mais do que cinzas.

“Eu só preciso ficar sozinha por alguns minutos” Eu disse para Vasily. Ele começou a protestar, mas falei “Apenas até quando o humano for descartado, eu não agüento mais nenhuma morte agora. ” Minha voz saiu extraordinariamente dura. Coloquei minha mão delicadamente no ombro de Mai-Li, sorri para ela e andei para a floresta até que eu não podia mais vê-los. Meu lado vampiro, a parte que corria em instinto e sentidos, eram muito forte, e eu sabia que não seria capaz de resistir se um humano viesse muito perto. Não agora. Eu podia ver quem iria morrer por Mai-Li, e a visão fez o meu autocontrole ainda mais fraco. O idoso era um fazendeiro robusto, que pela aparência dele, estava ocupado ordenhando quando foi atacado por Chi-Yang. Pelo menos o homem estava inconsciente quando ele morreu. Fiquei agarrada em uma árvore, tentando não sentir o cheiro de sangue em minha visão, e eu não sai até ouvir eles me chamando.

A viagem de volta pra a cidade foi silenciosa e lenta. Meu ferimento queimava como fogo, e Mai-Li teve que ser carregada por Chi-Yang, para que seu recém-curado pescoço não fosse rasgado novamente. Andamos na sombra das árvores para manter Mai-Li fora de mais perigo e também não chamar atenção para nós mesmos. Era noite novamente quando fomos encontrados por Paul e Gregorio. A inteira comunidade de Nova York estava atrás deles nos carros. Eles tinham seguido o nosso cheiro.

Chi-Yang, Mai-Li e eu fomos com Paul, enquanto Vasily juntou-se com seu clã em seu carro. Eu não disse nada no caminho de volta; Chi-Yang os deixou completamente por dentro de tudo.

“Sua ajuda foi inestimável, eu só quero que você saiba disso” disse Chi-Yang, e ele pegou Mai-Li e levou-a delicadamente para dentro de casa.

“Obrigada, é muita gentileza sua, ” eu respondi. Pelo menos eu tinha sido capaz de provar para eles que não era um inimigo.

“Ele está certo,” concordou Gregorio, “Isto poderia ter sido quase impossível sem você. Seus pressentimentos são um belo presente para nossos clãs. ”

Nossos clãs. Não meus clãs, eu pensei. Eu tinha brigado com e por esses vampiros, mas me senti totalmente sozinha de novo. Eles já não estavam em perigo, e eu não precisava protegê-los.

“Estou realmente feliz que pude ajudar”, eu disse sinceramente, “Eu só gostaria que tivesse sido o suficiente para salvar Michael e Brittany. ”

“A perda afetou a todos”, suspirou Paulo, “mas não podemos residir nisso. A morte é a nossa vida. ”

“Eu sei, apenas gostaria que a vida pudesse ser a nossa vida, ” rebati.

Talvez tenha sido porque eu não estava mais acostumada a matar humanos, ou talvez eu estivesse muito distante do monstro que eu tinha liberado nesses últimos dias, mas eu não queria que morte fosse minha vida. Vida deveria ser minha vida, mas eu sabia que Paul estava mais certo do que euqueria admitir. O mundo inteiro era tão frágil, tão fácil para nós destruirmos, tão mortal.

Gregorio tocou meu braço enquanto andávamos para minha casa no crepúsculo. “Alice, nós somos o que somos. Encontre seu próprio caminho, mas lembre-se sempre do que você é. Você está destinada a matar. O seu ser inteiro é criado para isso. Sua escolha a faz única, e lhe permite viver entre os vivos, mas você sempre será um dos mortos. Mortos-vivos. É o nosso dom e nossa maldição. ” Ele sorriu com tristeza, um sorriso de um velho guerreiro cansado da luta constante, mas incapaz de deixá-la. Ele estava certo.

Eu fui para casa, a minha casa frágil e com amigos morrendo, e pensei sobre o homem e o Clã que estavam além do alcance de minha mente.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s